Notícias

25 de janeiro de 2017

Amazon apela para não reembolsar Apps compradas por crianças

A Amazon está apelando uma ordem judicial exigindo que a empresa reembolse os pais cujas crianças fizeram compras no aplicativo sem autorização, de acordo com documentos arquivados com o 9º Tribunal de Circuito de Apelações norte-americano. A ordem, emitida no ano passado pelo juiz do Tribunal de Distrito Coughenor, em Seattle, EUA, resultou de um processo de 2014 apresentado contra a Amazon pela Comissão Federal de Comércio. A agência alegou que a Amazon injustamente permitia que as crianças fizessem compras no app sem o consentimento de seus pais. Antes de processar a Amazon, a FTC havia resolvido casos semelhantes com a Apple e Google, que finalmente concordaram em fornecer reembolsos  
25 de janeiro de 2017

Comissão aprova projeto que cria Zona Franca de Foz do Iguaçu

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 5987/16, que cria uma zona franca para o livre comércio de importação e exportação nos municípios paranaenses de Foz do Iguaçu, Guaíra e Barracão. Para o autor, deputado Nelson Padovani, a proposta vai fazer frente à concorrência comercial com as cidades vizinhas de Puerto Iguazu e General Manuel Belgrano (Argentina) e Ciudad de Leste e Salto del Guairá (Paraguai), que já comercializam por meio de free shops.
25 de janeiro de 2017

Anatel implantará sistema de alertas por SMS de desastres naturais

Em parceria com a Defesa Civil, a Anatel implantou um sistema de alertas de catástrofes naturais por SMS. Segundo a agência nesta terça-feira, 24, o projeto contará com dados do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) e com apoio das teles para financiar e operar a plataforma, que deverá ser implantada em todo o País até o final do ano. Um projeto piloto será ativado a partir de 1º de fevereiro em 20 municípios de Santa Catarina, uma área que cobre cerca de 500 mil habitantes e que tem eventos meteorológicos com potenciais acidentes, como ressacas, vendavais, alagamentos, enxurradas e granizo.
24 de janeiro de 2017

Metade das atuais atividades de trabalho pode ser automatizada até 2055

Temores de que a automação acelerada vai comer a maior parte dos empregos continuam a atormentar setores corporativos. U uma nova pesquisa realizada pelo Instituto McKinsey pode aumentar a fobia da automatização. Os pesquisadores analisaram 800 ocupações e 2.000 tarefas e, segundo o relatório, metade deste universo é passível de automatização.